Feeds:
Posts
Comentários
A Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Uberlândia, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura de inscrições para bolsistas de extensão e
estabelece normas relativas à realização de processo seletivo interno, conforme Edital anexo no site da PROEX: http://www.proex.ufu.br/node/1046
 
 Inscrições:
- Data: 30/07/2014 a 27/08/2014
- Horário: das 8h às 11h e das 14h às 17h.
- Local: Divisão de Relações Comunitárias – DIVCO (DIREC/PROEX), Reitoria – Bloco 3P – 1º
andar – Campus Santa Mônica – Uberlândia – MG
- Contatos: Tel. (34) 3239-4861/ 4865 – E-mail: divco@proex.ufu.br.
Valor da bolsa:
R$ 496,00 por 20 horas semanais.

Seminários CEPFI

Prezados/as Alunos/as,

Segue abaixo o convite para a próxima reunião do CEPFI. Nesse segundo semestre de 2014 tentaremos fazer uma rodada com a apresentação dos projetos de pesquisa dos professores do IFILO.
Começaremos com os professores que retornaram recentemente de seu pós-doutorado, a saber, Dennys, Olavo e Rubens.
A reunião do CEPFI será na próxima quarta-feira, às 14:00h., na sala do bloco 5M.
Contamos com a presença de todos.

Seminterdisc5CEPFI-1

Atenciosamente,

Prof. Dr. Marcos César Seneda

Cinema segundo Woody Allen

Woody Allen é um dos maiores ícones da sétima arte. Inquieto, prolixo, neurótico. Muitos são os adjetivos que caracterizam esta figura que já perpassou o cinema para se tornar um símbolo cultuado por todo  mundo. Uma pequena parte da profícua carreira do cineasta, uma das mais difundidas e conhecidas, poderá ser apreciada, nas noites do Cineclube Cultura, através de 6 filmes, pouco conhecidos do público. Abrindo a mostra será exibido o filme francês, Paris-Manhattan, de Sophie Lellouche, uma poética e divertida homenagem ao diretor americano.

 

Dia 02 – sábado

Paris-Manhattan (Paris-Manhattan, França, 2012)

Direção de Sophie Lellouche

Com Alice Taglioni, Patrick Bruel, Marine Delterme, Michel Aumont

Alice Ovitz (Alice Teglioni) é uma farmacêutica, vinda de uma família judia. Louca para se apaixonar, seu refúgio ao longo de toda sua adolescência foi a paixão que ela sente pelo cineasta Woody Allen e seus filmes. Com pôsteres e fotos de Allen pendurados pelas paredes de seu quarto, Alice tem longas conversas com o diretor. Dez anos se passam, e Alice agora administra a farmácia que foi de seu pai, que se aposentou. Apesar de feliz com sua vida, ela não consegue arrumar um namorado e ainda tem que aturar o fato de ver sua irmã casada com sua antiga paixão. O filme foi uma das sensações do Festival Varilux de Cinema Francês 2012. Cor, 77min.

Trailer Paris-Manhattan 1:  http://youtu.be/sg1nU9p_KQY

Sons de uma cidade que eu amo(Sounds from a town i love,EUA, 2001)

Direção e roteiro: Woody Allen

Com Marshall Brickman, Griffin Dunne, Hazelle Goodman, BebeNeuwirth, Tony Roberts,

Celia Weston

Pessoas caminham pelas ruas de Nova Iorque falando ao celular. Expressam seus sentimentos,

desejos, planos. Sons de uma cidade inquieta e pulsante e que não pode parar. Produzido para “Um concerto para Nova Iorque”, um especial para arrecadar fundos às vítimas do 11 de setembro. Outros curtas-metragens foram dirigidos por Martin Scorsese, Spike Lee, Sidney Lumet, Kevin Smith, entre outros. Cor, 3 min.

 

Dia 03 – domingo

Sonhos de um sedutor (Play it again, Sam, EUA, 1972)

Direção: Herbert Ross. Roteiro: Woody Allen (baseado em sua peça)

Com Woody Allen, Diane Keaton, Tony Roberts, Jerry Lacy, Susan Anspach

Um crítico de cinema (Allen) tenta superar sua recente separação ao começar a sair com outras mulheres, sempre tendo a ajuda de um casal de amigos e de seu alter ego, Humphrey Bogart.

Cor, 85 min.

Trailer:  http://youtu.be/Dl_DBzrNFzc

 

Dia 09 – sábado

Memórias (Stardust memories, EUA, 1980)

Direção e roteiro: Woody Allen

Com Woody Allen, Charlotte Rampling, Jessica Harper, Marie-Christine Barrault, Tony Roberts

Um cineasta em crise com o estúdio e fãs, relembra sua vida e seus amores – verdadeiras inspirações para seus filmes – enquanto comparece a um evento em homenagem a sua obra no Stardust Hotel. P/b, 91 min.

Data de estreia (EUA) 26/09/1980 / Data de estreia (Brasil) 04/05/1981.

Trailer:  http://youtu.be/7vYsjumID84

 

 

Dia 10 – domingo

Broadway Danny Rose (Broadway Danny Rose, EUA, 1984)

Direção e roteiro: Woody Allen

Com Woody Allen, Mia Farrow, Nick Apollo Forte, Sandy Baron, Corbett Monica

Danny Rose é um agente que administra a carreira de artistas incompetentes e apenas um com talento: o cantor Lou Canova. Lou se apresenta apenas com a presença de sua namorada Tina, mas como é casado, Danny é obrigado a ir aos shows de seu artista fingindo ser o acompanhante de Tina, que é ex-namorada de um gângster, que não está satisfeito com a recente separação. P/b, 84 min.

Data de estreia (EUA) 17/01/1984 / Data de estreia (Brasil) 27/01/1984

Trailer:  http://youtu.be/MQshyrB_sD8

 

Dia 23 – sábado

Um misterioso assassinato em Manhattan (Manhattan murder mystery, EUA, 1993)

Direção: Woody Allen. Roteiro: Woody Allen e Marshall Brickman

Com Woody Allen, Diane Keaton, Alan Alda, Anjelica Huston, Jerry Adler

Um casal de nova-iorquinos (Allen e Keaton) suspeita da súbita morte de uma vizinha e embarca numa investigação sobre seu marido, um discreto vizinho de atitudes suspeitas em relação à morte da mulher. Homenagem de Woody Allen ao mestre Hitchcock. Voyeurismo, humor negro, suspense, vizinhança, cadáveres, sósias aparecem nesta comédia, revivendo mais uma vez o universo hitchcockiano. Estamos diante de um filme feito não por um imitador, mas por um artista original e personalíssimo. Cor. 104 min.

Data de estreia (EUA) 18/08/1993 / Data de estreia (Brasil) 25/12/1993

Trailer:  http://youtu.be/MZAXZ24bAS8

 

Dia 24 – domingo

Don´t drink the water (Don´t drink the water, EUA, 1994)

Direção e roteiro: Woody Allen

Com Woody Allen, Ed Herlihy, Josef Sommer, Robert Stanton, Rosemary Murphy

Durante a Guerra Fria, a família Hollander causa em suas férias um incidente internacional sem precedentes. Para fugir, decidem pedir refúgio à Embaixada Americana que temporariamente está sob comando do incompetente filho do Embaixador, que está em viagem.

Adaptação para a Rede de TV americana ABC da primeira peça de teatro lançada pelo jovem Woody na Broadway, por volta de 1966. O título original era Yankee come home (Ianque, venha para casa). Cor, 100 min.

Trailer:  http://youtu.be/r0CtHM2PGhw

 

Horário: 20 horas

Local: Sala Roberto Rezende – Oficina Cultural

Pça. Clarimundo Carneiro, 204 – Bairro Fundinho

Entrada Franca

Bolsas MUnA

BOLSAS MUSEU UNIVERSITÁRIO DE ARTE PARA ESTUDANTES DA UFU

Com apoio da DICULT/PROEX/UFU, o MUnA selecionará dois bolsistas para mediar a exposição “100 anos da Pinacoteca no MUnA: encontro de acervos”, que ocorrerá no Museu entre AGOSTO e NOVEMBRO deste ano.

Para participar da seleção, é necessário que o candidato seja estudante regular da UFU e esteja cursando a partir do terceiro período do curso. Qualquer estudante que não usufrua de outra bolsa e que resida em Uberlândia/MG pode participar (campi Santa Monica, Educação Física ou Umuarama).

As inscrições devem ser feitas até 07 de agosto de 2014.
Mais informações e acesso ao edital em: http://www.proex.ufu.br/node/1043

*Título*: Crátilo, ou sobre a correção dos nomes
*Autor*: Celso de Oliveira Vieira (trad.)
*Área de interesse*: Filosofia

A tradução do Crátilo, com a qual o leitor se confrontará nesta obra tem
como principal característica a ousadia que falta à maioria das traduções
modernas do diálogo: aquela de não fugir ao desafio que representa trazer à
luz o próprio movimento subjacente à elaboração das etimologias como
caminho para se pensar o estatuto das palavras e da linguagem em sua
estreita conexão com aquele do conhecimento e do pensamento.

*Crátilo, ou sobre a correção dos nomes*, lançamento da PAULUS Editora, é
uma obra a respeito do tratado sobre a linguagem mais antigo da cultura
ocidental. O diálogo apresenta uma discussão de Sócrates com dois
interlocutores (Hermógenes e Crátilo) que defendem concepções opostas sobre
a correção dos nomes.

“Para Hermógenes, a linguagem não passa de convenção. Qualquer nome
funciona desde que haja um acordo sobre seu uso. Já Crátilo parte de uma
posição naturalista, na qual cada coisa tem um nome correto que revela a
essência do nomeado”, explica Celso de Oliveira Vieira, tradutor da obra
bilíngue, grego-português.

A tradução de Celso Vieira é resultado de uma assídua leitura do texto
platônico e de uma intensa atenção ao problema da linguagem e do discurso
no pensamento antigo. Celso permite que o leitor, em intimidade com o grego
antigo, possa experimentar o texto sem recorrer a um número exagerado de
notas de rodapé explicativas.

“Espero que o leitor da tradução alterne entre sorrisos admirados e risos
sarcásticos diante das explicações etimológicas. Se isso acontecer, eu me
sentirei satisfeito com o resultado da aventura de traduzir a complexidade
do texto de Platão”, conclui Vieira.

*Celso de Oliveira Vieira é mestre em Filosofia antiga pela UFMG, tendo por
tema a epistemologia em Heráclito de Éfeso. Doutorando, ainda pela UFMG,
pesquisa a função do nome na filosofia de Platão a partir do Crátilo.*

Atenção alunos:

A pedido da Prof. Luciene Maria Torino, informamos que haverá reposição de aulas da disciplina GFI041 – Estágio Supervisionado 1 (turmas FM e F – Matutino e Noturno) neste sábado (dia 26/07/2014) das 14:00 as 17:00 na sala 1U134.

Atenciosamente,

COCFI.

cartaz 2

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 426 outros seguidores